domingo, 1 de agosto de 2010

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Entretenimento não é Cultura !

Recentemente fui interpelado por um amigo que disse ter notado a minha ausência em um evento cultural em nossa cidade: uma festa country. Eu lhe informei, educadamente, que não apreciava aquele tipo de música e tentei explicar a ele que esse tipo de evento não era cultural mas sim de entretenimento ( um engano muito comum nos dias de hoje). O dicionário nos informa que cultura “é o desenvolvimento intelectual; conjunto de conhecimentos adquiridos pelo estudo;civilização”. Na era da ignorância e do consumismo em que vivemos, a mídia - num processo de forçação de barra ininterrupto- nublou nossa visão, embotou nossas mentes e alargou nossa tolerância nos fazendo aceitar coisas que jamais aceitaríamos há alguns anos atrás. Hoje atores de novela são pegos envolvidos com drogas,celebridades traficam ou matam pessoas inocentes,jogador de futebol é pego no motel cheirando cocaína com três travestis e nos já não ficamos nem vermelhos ! Eles? Continuam no convívio social e pasmem! Ainda são tratados como herois .
Na música a coisa não é diferente: composições a pouco tempo consideradas de péssimo gosto, baranguices imperdoáveis, são hoje coisa finíssima- ouvidas nas melhores famílias e executadas nas festas das escolas pra mamãe, pro papai e pra vovó.
O show bis é um furdunço dos diabos onde tudo vira produto de consumo rápido, mediocrizados em formato diet e light (uma música diet ou light é aquela que não se exige nenhum esforço mental para ouvi-la é só seguir o batidão). É, não tem jeito! Ouvir música boa exige pré requisitos, sensibilidade, bom gosto e há de se queimar algum fosfato pra entender a poética proposta pelos artistas envolvidos.
É fácil perceber que as músicas atuais são compostas com três únicas frases que se repetem à exaustão: “Meu amor , minha paixão, eu estou com saudades”. Só mudando , as fuças, as tatuagens, os acessórios, os piercings do lindeza do momento, o tamanho da meia que o cabra coloca na cueca pra aumentar o volume do pinto ,os mililitros de silicone nos peitos da gostosura e o nível de rebolâncias acrobáticas que cada criatura andrógena destas consegue executar dentro daquelas calças apertadíssimas sem arrebentar a costura dos fundilhos ou os pontos das plásticas. No mais, uma cópia sempre piorada do anterior ( obviamente um produto destes é altamente perecível) É assim mesmo! Porcaria de quinta apodrece e fede rapidinho. Escutem o que eu digo: estaremos em pouco tempo, ouvindo música neanderthal com uns fortões pelados, batucando pedaços de toco “raitec” com tacapes digitalizados, grunhindo e babando como um bando de chimpanzés no cio . E quem não quiser ouvir, que mude de planeta! Os carros de som dos “brodhers” só perdem em equipamentos e potência sonora pra os trios elétricos baianos ou pro carro do Batman. Todo mundo é obrigado a ouvir a barulhada insuportável dos caras .
“Pô Brody, maguei! ,mó doido brô, vamu curtir, fraga? To di cara véio !” Mas não tem novidade nenhuma: cultivar a burrice alheia foi sempre muitíssimo lucrativo.

Falô véios!

Osório Garcia

domingo, 4 de julho de 2010

A Maior fotógrafa de Lagoa Santa, minha querida amiga Maria de Lourdes, uma fotógrafa de verdade, só usa máquina analógica. Esta moça desenha com a luz.
Viva o povo negro da Lapinha

Semana passada tive o prazer e a felicidade de participar de uma genuína festa junina: a festa das adoráveis irmãs Argentinas (este é o sobrenome delas) , uma família de mulheres doceiras que vive no distrito da Lapinha, ali pertinho da gruta. Todo ano elas realizam- com apoio de comunidade- a impecável festa com quadrilha, forró, fogueira, quentão, caldos, pastéis e os doces mais gostosos que eu já comi na minha vida.
O povo da Lapinha tem sua origem quilombola (são descendentes de escravos da fazenda do Fidalgo) e mantém fortes tradições de matriz africana. O Brasil foi o último país do mundo a libertar seus escravos e, muito a contra gosto Izabel enfiou-lhes o pé nos fundilhos sem um centavo de indenização, sequer um sitiozinho pra tocar a vida.
A primeira coisa que o dominador faz ao conquistar um povo é apagar suas memórias e identidade para desmoralizá-lo. No Brasil (esta cópia estadunidense) ensina- se nas escolas que a grande colaboração do povo negro na nossa cultura, foi tão somente, a feijoada, a capoeira e o samba e que os negros eram na maioria submissos e não resistiam a escravidão, e pior!- precisaram da ajuda de brancos bonzinhos para se verem libertos. pois vamos à surpreendente verdade, o fato é que a coisa era tensa, o pau quebrava a todo instante, os negros resistiam bravamente e lutavam pela a liberdade o tempo todo. E o segredo mais bem guardado de todos os escravagistas: importavam os negros de acordo com suas sabedorias e conhecimentos prévios. Se precisavam construir casas traziam gente do Mali - lá eles construíam mesquitas de 6 andares com madeira e barro, e obviamente não o faziam por tentativa e erro mas sim utilizando de avançados cálculos estruturais. Se precisavam de mão de obra pra plantar ou irrigar plantações de café traziam o povo do Zaire. Os Congoleses inventaram a enxada e o arado . No Mali haviam extraordinários artistas fundidores de metal .Os Argelinos eram exímios mineradores e inventaram a batéia para extrair ouro. A Matemática surgiu no Congo Belga, nos arredores do lago Rutanzige. Descobriu-se na década do 1950 a primeira calculadora de que se tem notícia- um pequeno pedaço de osso com 10 cm ornado com um cristal de quartzo e com três séries de entalhes agrupados- ( conhecida como Bastão de Ishango) - esse achado é prova inconteste que os africanos já faziam cálculos matemáticos a pelo menos 18 mil anos antes do surgimento da Matemática na Grécia.
Setecentos anos antes dos Gregos, o médico negro Inhoptep humilhava!!! Já fazia parto cesariana.
A negróide lagoasantense Luzia, nossa conterrânea- o ser humano mais antigo das Américas ,não deixa barato- chegou ao continente a 12 mil anos e sabe-se Deus como!?
Não se descarta inclusive a possibilidade de terem chegado aqui navegando.
Eu poderia encher este jornal com histórias da superioridade do povo negro.
E por que não se revela isto a nossas crianças negras ? Ora! Por um único e perverso motivo - precisamos de mão de obra barata e temos que manter esta gente com baixa-estima para perpetuá-los na subserviência.(E ponto final !!!)
Para mim,porém,a maior prova desta superioridade é o fato de terem sido divididos, oprimidos, aviltados, animalizados e ainda assim, subverteram a ordem e se impuseram ao opressor mantendo-se íntegros através de suas tradições, sua cultura ancestral camuflada para fugir da perseguição impiedosa do
Catolicismo.
Isto é algo de uma grandeza de espírito inexplicável e comovente.
E este é o extraordinário povo da Lapinha ! São estes heróis da resistência que eu convido a todos vocês,meus amigos a conhecerem ali ó- 15 Km, “ um tirinho de espingarda!”
A próxima grande oportunidade é o VII Encontro de Cultura de Raiz -Lapinha Museu Vivo -nos dias 25,26 e 27 de Junho de
2010 na Igreja Nossa Senhora do Rosário em Lagoa Santa.
Quem está organizando é o Grupo de Capoeira Angola-
Associação- Eu sou Angoleiro e dos Atores Da Pândega
de Lagoa Santa. Simplesmente imperdível!!!
Viva as irmãs Argentinas!Viva a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário!Viva o Congado! Viva a Folia de Reis! Viva o Candombe- o pai de todos os Congos!
Viva a Lapinha!!!!!!

Um abraço fraterno,
Osório Garcia
A Guarda de Congo volta a Lapinha.

Os Congadeiros se apresentaram na Lapinha
Sétimo encontro de cultura de Raiz "Lapinha Museu Vivo"
O O mundo tem que desacelerar,encolher e ser para todos.

A Ditadura do Minério de Ferro.

Na década de 1960 os economistas identificaram um fato inusitado no mundo produtivo - ocorreu primeiramente na Holanda e depois se espalhou mundo afora- o fenômeno recebeu o nome de “Doença Holandesa” ou “ A maldição dos recursos naturais”.
A Holanda- um país de gente trabalhadora e criativa, que luta diuturnamente contra a invasão das águas do mar, construindo diques e bombeando água dos campos com seus engenhosos cata-ventos- de repente descobriu no mar do Norte, um gigantesco depósito de gás natural. A elite Holandesa, a partir de então, passou a faturar alto com a venda e o controle desta commodities, e desencadeou-se o fenômeno- a criatividade, a iniciativa, o empreendedorismo do povo já não era mais necessário. Uma vez que era muito mais barato comprar produtos importados irrestritamente, tornou-se a exportação tão pouco competitiva que culminou na desindustrialização daquele país. É sempre muito mais barato contratar mão de obra estrangeira já pronta para operar a tecnologia de ponta importada e furar mais e mais buracos para extrair mais e mais recursos. O povo holandês se viu refém de sua elite e de seus políticos que vendiam e controlavam a venda do gás.
A “Maldição dos recursos naturais” tem seu lado mais perverso sobre as populações carentes: embota a saúde, a educação e reduz os direitos humanos.
Estes países que se vêem ricos da noite para o dia se tornam, sem exceção, ditaduras em maior ou menor grau. Veja aí o mundo Árabe que cercea seu povo e simplesmente aniquila suas mulheres. O contrário disto a escassez, força a criatividade e estimula o desenvolvimento- que o diga o Japão !
No Brasil, a “ A doença Holandesa “ poderia ser reclassificada como “ A Doença Mineira”. Minas é um estado amaldiçoado pela enorme quantidade de recursos naturais,controlados e usados ao bel prazer de sua elite impiedosa e ditadora. Um estado tacanho, medíocre e que vive de fazer buracos no chão, exportando milhares de toneladas de minério de ferro bruto, levantando montanhas de dinheiro, grande parte privatizado, que é transferido para fora imediatamente, nos restando parcos recursos na forma de impostos propositalmente mal cobrados. A Petrobras paga entre tributos e royalties 60% de sua receita, contra míseros12% das mineradoras (o minério é o nosso Petróleo!) e este troco, é o que sobra pra nós, o povo mineiro, sobrevivermos a duras penas.
Nosso estado é o mais conservador do Brasil. A primeira medida tomada por Aécio e o Professor Anastasia no midiático e famigerado show do choque de gestão, foi cortar 30% da verba para educação . Minas é o único estado do Brasil que não respeita o piso nacional para salário de professores!
Lagoa Santa que se gaba de estar na ponta do vetor norte, com suas promessas de empregos e abundância para todos é um bom exemplo desta realidade: no centro de manutenção de aeronaves da Gol instalada no nosso município dos seus X(procurar) empregos 90%( procurar) de sua mão de obra especializada é vinda do Rio Grande do Sul e de São Paulo (nada contra meus compatriotas) .
São Paulo, o estado mais rico da Federação, investe pesado em tecnologia. Lá a USP, é fomentadora e geradora de idéias revolucionarias e agregadoras. A PETROBRAS, no Rio de Janeiro , desenvolve tecnologia própria de ponta e hoje é líder mundial em exploração de petróleo em águas profundas. E em Minas !? Uma vergonha! Temos a nanica UEMG, a capenga UFMG que pouquíssimo contribuem para nosso desenvolvimento .
Minas vende matéria prima primária pra gente criativa e inteligente de fora transformar, agregar valor e nos revender caro de volta em forma de produtos .
Minas é um estado anão para seu povo e gigante para sua elite egoísta, pouco criativa , entreguista que só é capaz de gerar dinheiro vendendo suas terras, depredando, superfaturando e especulando no setor imobiliário. Minas, meus amigos, precisa é de políticas públicas em ciência e tecnologia, inclusão social , moradia, saúde e uma educação de verdade, sem maquiagens !
Minas não precisa de palácios! Minas precisa é de atitude e liberdade !

Osório Garcia

terça-feira, 30 de março de 2010

sábado, 6 de março de 2010

O conselho de Cultura de Lagoa Santa ,viva as mulheres.




Viva as mulheres.



Viva as Mulheres.



Romance da Donzelinha Pobre.
"Donzelinha, donzelinha
dos grandes olhos sombrios,
teus parentes andam longe,
pelas serras, peloas rios,
tentando a sorte nas catas,
em barrancos já vazios!

Donzelinha, donzelinha
mira os santos nos altares,
que apontam, compadecidos,
para celestes lugares,
onde são de ouro e diamante
quantas lágrimas chorares!

Donzelinha, donzelinha
fecha esses olhos sombrios.
As montanhas são tão altas!
Os ribeiros são tão frios!
O reino de Deus, tão longe
dos humanos desvarios!"
Cecília Meireles

Donzelinha, donzelinha,
ouça o meu conselho:
Donzelinhas boazinhas apostam a sorte nos altares,
Donzelinhas más se filiam ao PCdoB e vão à luta!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010


....Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão....

Visite o Blog de Pedro Barreto,
A voz do cordel

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Vai trabalhar vagabundo! Pô pai ! Tô treinando duro pra virar Herói, véio ! Cê ainda vai ver o Pedro Bial me elogiando, Fraga ?!
E pra finalizar os Gêmeos
Otávio E Gustavo Pandolfo
se um é bom os dois são demais !


Os Gêmeos

Tirei esta foto no centro velho de São Paulo ,

voltei 6 meses depois e o Kassab tinha pixado com tinta cinza por cima.

Foto: Osório Garcia


Os Gémeos

Foto : Osório Garcia
Assista ao documentário Pixo de João Weiner e Roberto Oliveira e veja o que acontece quando se exclui, se marginaliza e se ignora o ser Humano.
http://www.dailymotion.com/video/x9sdzs_pixo-un-film-de-joão-weiner-et-robe_creation
O que você verá aqui tem uma explicação simples: a falta de
Sentimento de pertencimento, se não é para todos não será pra ninquem !

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Super Heróis
Brasileiros
TV Kills

Ricardo Tatoo


tv mata...

Tv Kills
Ricardo
Tatoo
No Brasil o guerrilheiro é Ricardo Tatoo,
da tv Kills, o cara tem um programa social
chamado "Arte E Ataque " que dá oficinas
pra molecada da periferia. Arma por ali só duas:
spray e massa cinzenta!

http://www.tvkills.com.br/site/





  1. O
  2. grafite
  3. guerrilheiro
  4. de
  5. Bansky
















O grafiteiro britanico Bansky,
que mantém sua identidade incógnita, é hoje o artista de rua mais combativo do mundo. Suas armas são a irreverência, astúcia e um traço impecavelmente crítico.

É o que anda faltando nas terras do BBB.

O que me assusta não é a violência de poucos, mas a omissão de muitos. Aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos." (Martin Luther King)




  1. O Grafit guerrilheiro de
  2. BANSKY


Desenho a carvão ; Osório Garcia

Verdades Cruéis

Acreditar em mulheres
É coisa que ninguém faz ;
Tudo quanto amor constrói
A inconstância desfaz.

Hoje amam,amanhã ' squecem,
Ora dores,ora alegrias ;
E o seu eternamente
Dura sempre uns oito dias !...

Florbela Espanca
Poetiza Purtuqueza
falando de TPM

sábado, 6 de fevereiro de 2010




Procuro na morte a vida;
Saúde na enfermidade;
No cárcere, liberdade;
No encerramento, saída;
No traidor, fidelidade.
Mas minha sorte, de quem
Já não posso esperar bem,
Ajustou coo céu terrível,
Que, pois lhe peço o impossível,
Nem o possível me dêem.
(Miguel Cervantes Saavedra- Dom Quixote De La Mancha*
Escultura Povera de Osório Garcia)

















Sancho Pança

No burro andou (e com perdão se diga ! )
Este manso escudeiro , atrás do manso
Rocinante e do seu dono bisonho.

Miguel de Cervantes Saavedra.

Escultura e foto : Osório Garcia


Quijote de La mancha

  1. Aqui jaz o cavaleiro
  2. Bem moído e mal andante,
  3. Que, montado em Rocinante,
  4. Percorreu senda e carreiro.

Escultura e foto : Osório Garcia



Princezinha.

Escultura e foto : Osório Garcia



  1. Ficou piquititim
  2. o nosso Cristão.
  3. Cristo Redentor de Formiga MG
  4. técno crucificado

Foto :Osório Garcia



  1. Walkiria A.Passos Garcia
  2. contadora de histórias
  3. hipnotizando criancinhas....

Foto :Osório Garcia



...nem respiram....

Foto: Osório Garcia



Escultura em sucata.

Osório Garcia

Escultura em sucata
tampinha de garrafa.

  1. Osório Garcia


O Grande fotógrafo Lenysson Cunha, 21 aninhos de puro talento, preparando sua nova exposição " O futuro da Humanidade"

Foto :Chico Fotógrafo



  1. A Aranha
  2. que sonhava em velejar.

Foto: Osório Garcia

(...)'Dizem que foi pela morte
D'alquém,que muito lhe quis,
Que endoideceu.Triste sorte!
Que dor tão triste e tão forte!
Como um doido é infeliz!
  1. Desde que ela endoideceu,
  2. (Que triste vida, que mágoa !)
  3. Pobrezinha, olhando o céu,
  4. (...)Com os olhos rasos d'agua !
  5. trecho da poesia "A doida "
  6. da poetisa portuguesa Florbela Espanca
  7. Doida de feira
  8. Foto Osório Garcia

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Compadre Belzebu

O MAL

Enquanto esse cuspir vermelho da metralha
Silva no céu azul o dia inteiro, e logo,
Verdes ou rubros, junto ao Rei que os achincalha,
Tombam os batalhões em massa sob ofogo ;

Enquanto a insânia horrenda arde num fogaréu
Cem mil homens e os deixa a fumegar,demente,
-Pobres mortos! na relva,ao sol do estio,em teu
Seio, Natura,ó tu que os criaste santamente....-

_Existe um Deus,que ri nas toalhas dos altares
Num cálice dourado,entre incensos, e nesse
Tranquilo acalentar de hossanas adormece ;

E acorda quando as mães, morrendo de pesares,
Choram de angústia, sob o negro xale imenso,
E lhe dão uma moeda, amarrada no lenço !

Artur Rimbaud

Compadre Belzebu


Compadre Belzebu



Escultura em sucata

Osório Garcia

Compadre Belzebu


Escultura em sucata
Osório Garcia

Compadre Belzebu


Escultura em sucata
Osório Garcia

Compadre Belzebu


Escultura em sucata
Osório Garcia

Compadre Belzebu




A Cadeira Elétrica:
- não importa o canal ,o horário,
o programa ,assentou, leva...


Escultura em sucata

Osório Garcia

Compadre Belzebu


Escultura em sucata
Osório Garcia

Compadre Belzebu


Escultura em sucata
Osório Garcia

Compadre Belzebu



Escultura em sucata

Osório Garcia